quinta-feira, 3 de julho de 2014

Loser!

E você perdeu tudo aquilo que mais idolatrava, por uma situação constrangedora onde o único culpado é você.
 Já se deu conta que em nenhuma outra pessoa do mundo irá encontrar o amor que lhe dedicaram?
Não sentirá mais o perfume que tanto gostava, nem o toque suave das mãos em sua pele, os dedos a acariciar seus cabelos, e os olhos cheios de ternura, a lhe observar.
Você nunca mais irá ouvir a risada escandalosa, o choro sincero, o suspirar de amor... Nunca mais irá ouvir "Eu te amo...".
Não poderá mais observar enquanto cochila em seu colo nas tardes de sábado, enquanto penteia seus cabelos com os dedos, ou assistir filme em dias frios debaixo do cobertor.
Não irá mais tocar, sentir, beijar...
Se tocou que perdeu a chance de ser amado como nunca foi?
 Percebe que jogou fora toda a história bonita e de superação de vocês dois?
 O egoísmo cega os corações, e assim você fez o que bem quis, arriscou "a mulher da sua vida", por alguns segundos de adrenalina, ou novamente cometeu o erro de se apaixonar por quem não devia. E você perdeu meu amigo.
Perdeu a amante, a amiga, a mulher. E perdeu por pura luxúria de sua parte. Perdeu a oportunidade de viver o resto de sua vida bem. Amado. Feliz. Perdeu provavelmente a única pessoa que teve paciência em suas crises, e que sempre procurou resolver pra deixar as coisas melhores. Pra ficar "numa boa".
E todos até agora se perguntam, "por que ele fez isso? O que tinha na cabeça?". Mas nem você sabe a resposta. E provavelmente nem queira saber, por querer esquecer logo, e não se torturar. Coisa que sempre dizia a ela pra não fazer. "Não se torture bebê, só faz mal pra você...".
 Eu espero que você se torture bebê. Que a cada dia, seja passado em sua cara o que perdeu. Que a cada vez que a veja, sinta vergonha por ter sido tão cafageste. Que a cada vitória dela, se arrependa por não estar ao seu lado. E que se torture, que veja e reveja todas as fotos, todos os presentes, a vida que ela deu pra você, e você simplesmente jogou fora. Assim como se amassa um papel e joga no chão.
 O que você mais ama nela é o sorriso. Será que não pensou que essa atitude iria lhe fazer chorar?
Porque?
Vocês se amavam tanto...
A verdade é que ainda se amam. Porém a confiança uma vez perdida por completo é quase impossível de se fazer voltar.
E as promessas foram pro ralo, e as juras provavelmente nem tenham existido de sua parte.
E por mais que jure o contrário, meu amigo, ninguém acredita em você.

Você perdeu sua princesa, a moça do sorriso mais lindo que você já viu.
Já se tocou disso?




quinta-feira, 26 de junho de 2014

E com os olhos cheios de lágrimas, fingindo uma atitude contrária ao sentimento, me despedi com um singelo "boa noite, eu te amo"... Ele já havia dormido, então não fazia muita diferença.
E mais uma vez me senti sozinha. Sozinha de amor, de amigos, de carinho... Me senti sozinha no relacionamento.
E por mais que amanhã, quando ele acorde, peça mil desculpas e diga que não é por sua culpa, eu o perdoarei. E acontecerá novamente. Mas eu sempre perdoarei.
O amor nos deixa cegos, reféns do sentimento.
Por vezes me sinto burra por continuar. E por não saber continuar sem ele. 
Ele.
Que me maltrata, que me ama, que faz tudo por mim, que me faz tão mal ficar longe...
Não consigo pensar como seria minha existência sem sua presença, sua voz, seus carinhos...
Me sinto tão sozinha...
Não quer nunca que passes pelo que estou passando no momento.
Eu sempre vou te amar.










quarta-feira, 4 de abril de 2012

Diamante...

Hoje em dia sei que um simples dia
É tão belo quanto um diamante
Som nas ruas, ouvidos despertos
Vento e música e árvores dançantes

Faz um tempo, eu aguardava tudo
Para um dia especial distante
Fui ficando mais calado e mudo
Até sacar que o futuro é uma meta flutuante

Dê sua mão, venha até mim
Com o seu corpo e seu coração
Que é brilhante, claro e belo
Hoje vejo claro, é claro que te quero

Hoje lembro e sinto saudades de nada
Vi o que vi, fiz o que fiz,
Paguei o preço por ter tido a lição
O tempo é um professor sem pressa, mas é exigente
E chega a hora de tornar o agir
Ficar mais claro, forte e inteligente.


Dê sua mão, venha até mim
Com o seu corpo e seu coração
Que é brilhante, claro e belo
Hoje vejo claro, é claro que te quero...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

I hope he never lets me down again... He knows where he's taking me, Taking me where I want to be...

Nossos nomes escritos em um papel de bala contornados com um pequeno coração...
Suas iniciais na capa da minha agenda, com nossa foto logo abaixo...
Um pequeno arrepio na espinha ao lembrar de suas mãos tocando levemente as minhas....

Morrer aos poucos pela distância e pelo tempo que nos separa.
Esqueceu-se de mim....
Mas quanto há o retorno, retorno da escuridão que me cerca, e novamente acredito no amor...

Nenhuma palavra.
Nenhuma grande prova.
Nenhuma grande ação.

Olhares.
De canto de olho.
E ao perceber que esse olhar é retribuído, 
rapidamente se disfarça e automaticamente
o rosto cora de vergonha, e um longo abraço é dado.

Abraço...
Leve e carinhoso...
Um abraço que eu possa sentir seu coração palpitar
Sentir seu perfume suave...
E nos seus cabelos, o cheirinho de banho tomado.
Um abraço tão demorado e tão cheio de amor, 
que me fizesse estremecer em seus braços
e que você ao sentir minha reação, antes que eu me debulhasse em lágrimas, 
sussurrasse em meu ouvido:
"Minha boneca, Minha pequena... Minha vida..."

E ao término de suas palavras, lhe pegaria as mãos, 
olharia bem no fundo de seus olhos, e não diria nada....
Diria que o amo pelo olhar... 
E ele, entendo plenamente as palavras que disse, sorriria pra mim
E eu, tomaria seu rosto em minhas mãos, 
encostaria meus lábios sobre os seus...
E passando uma mão em seus cabelos, 
você me acolheria em seus braços, 
e me diria pelo olhar:
"Eu não sei o que seria da minha vida sem você"
E eu responderia, em alto e em bom tom:"
"Você é o grande amor da minha vida... Nunca me deixe cair novamente...."



Depeche Mode - Never Let Me Down Again

terça-feira, 17 de janeiro de 2012


Eu queria me achar no meio de toda essa confusão... Você fez eu me descobrir realmente... E depois, de repente, tira todas as esperanças que um dia eu tive...

Eu te amo mais que tudo na minha vida...
Sou eu que tenho que pedir desculpas...

Talvez quem sabe, você tenha desistido pra sempre... E minhas esperanças estejam tão fracas, que a vontade de arriscar tenha se esgotado...
Mas de repente, o coração fica gelado, sem reação e tudo o que foi dito e sentido volta com força total...
Mas... E depois de tudo isso?
Vai se repetir...

E me vejo desistindo novamente
Me vejo desistindo de você...
E a culpa é nossa...

Eu não sei o que fazer...





quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Hanarete yuku kokoro nado koko ni wa nai to itte...

 
Por mais que eu negue e insista em discordar,
Ainda sinto-te...
Sinto suas mãos nas minhas,
Seu olhar, seu perfume..
Sinto-te em volta de mim,
Sinto seu calor...
Por mais que seja dificil de admitir,
Por mais que eu tente te esquecer,
Você marcou minha história.
A pior e a melhor parte...
Eu quero não te querer desse jeito...
A única pessoa que se maltrata aqui, sou eu...
Será que você pensa em mim
da mesma forma que eu penso em você?
Eu nunca irei admitir, quanto gosto de ti..
Nunca...





quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

You could meet somebody who really loves you...

E de repente, você sente que sua vida não passa de uma ilusão...

De repente você sente dor em seu peito, falta de ar...

Você se vê sendo enganada, traída por seu próprio coração...

Vê que não é tão imune aos sentimentos quanto pensava que fosse...

Você ainda consegue sentir... E isso te revolta...

Sentir... Qual a sensação de quando você percebe que todas suas lágrimas foram em vão?

Como se sente ao se ver sentindo a mesma dor antiga com pessoa nova?

Como é sentir que tudo o que passou foi inutil e que você ainda não aprendeu a lição?

Fingir que não liga

Sorrir para esconder aquela lágrima no olhar...

Engolir o que realmente quer dizer...

Será que isso adianta mesmo?

Alivia, faz adormecer, anestesia...

Faz com que a dor passe mais rápido...

Mas que as lembranças voltem com a mesma rapidez...

E o consolo?

Promessas  de que não vai ser igual da proxima vez... Terá o "controle da situação"...

Será mesmo?

É sempre a mesma coisa... Sempre o mesmo final....

Queria poder entender... Porque sou assim?

Sou assim?

E a cada dia tenho mais vontande de nunca mais sentir...