quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Hanarete yuku kokoro nado koko ni wa nai to itte...

 
Por mais que eu negue e insista em discordar,
Ainda sinto-te...
Sinto suas mãos nas minhas,
Seu olhar, seu perfume..
Sinto-te em volta de mim,
Sinto seu calor...
Por mais que seja dificil de admitir,
Por mais que eu tente te esquecer,
Você marcou minha história.
A pior e a melhor parte...
Eu quero não te querer desse jeito...
A única pessoa que se maltrata aqui, sou eu...
Será que você pensa em mim
da mesma forma que eu penso em você?
Eu nunca irei admitir, quanto gosto de ti..
Nunca...





quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

You could meet somebody who really loves you...

E de repente, você sente que sua vida não passa de uma ilusão...

De repente você sente dor em seu peito, falta de ar...

Você se vê sendo enganada, traída por seu próprio coração...

Vê que não é tão imune aos sentimentos quanto pensava que fosse...

Você ainda consegue sentir... E isso te revolta...

Sentir... Qual a sensação de quando você percebe que todas suas lágrimas foram em vão?

Como se sente ao se ver sentindo a mesma dor antiga com pessoa nova?

Como é sentir que tudo o que passou foi inutil e que você ainda não aprendeu a lição?

Fingir que não liga

Sorrir para esconder aquela lágrima no olhar...

Engolir o que realmente quer dizer...

Será que isso adianta mesmo?

Alivia, faz adormecer, anestesia...

Faz com que a dor passe mais rápido...

Mas que as lembranças voltem com a mesma rapidez...

E o consolo?

Promessas  de que não vai ser igual da proxima vez... Terá o "controle da situação"...

Será mesmo?

É sempre a mesma coisa... Sempre o mesmo final....

Queria poder entender... Porque sou assim?

Sou assim?

E a cada dia tenho mais vontande de nunca mais sentir...